Atualizado em 26 de janeiro de 2017 às 12:04

Prefeitura adquire 1,2 mil exames de saúde

Meta do governo é reduzir espera por atendimentos

Meta do governo é reduzir espera por atendimentos

O secretário de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, Mário Mena Kalil, anunciou na manhã de ontem, na sede da pasta, a aquisição de 1,2 mil exames. Para tanto, o governo municipal fez um investimento de mais de R$ 160 mil. Serão 600 procedimentos a serem disponibilizados em janeiro e outros 600 em fevereiro. A expectativa é de que o mutirão possa reduzir, significativamente, a fila de espera, que atualmente conta com 4 193 usuários.
Conforme dados repassados pela pasta, os 600 exames a serem disponibilizados ainda em janeiro tiveram um investimento de R$ 82 130,80. Os procedimentos envolvidos são os seguintes: tomografia (180); ecocardio com Doppler (80); ecografia abdominal total (120); ecografia abdômen superior (60); ecografia transvaginal (60) e ecografia articulação (100). Em fevereiro, a rede de Saúde oferecerá as mesmas quantidades. Com isso, fecham os 1,2 mil serviços adquiridos.
Dos seis procedimentos citados, o que mais se destaca é o de tomografia, que conta com uma fila de espera de 440 pacientes. Com os 360 exames disponibilizados pelo município, restarão 80 usuários para serem atendidos. Por conta disso, a expectativa do secretário é positiva. Neste caso, ele diz acreditar na hipótese de que a demanda citada possa ser reprimida ainda em março.
Cabe salientar, também, que há três tipos de ecografia que já detinham exames comprados. Ou seja, serão acrescidos aos adquiridos, que foram anunciados ontem. Nos procedimentos de abdominal total, já haviam 150 disponíveis na secretaria. No caso do abdômen superior, o município contava com 50. Por fim, o transvaginal dispunha de 60.
Na avaliação de Kalil, a medida solucionará um dos principais impasses, que é o longo tempo de espera para o atendimento. “Diminuiremos o sofrimento da população. Os pacientes chegavam à secretaria em janeiro, por exemplo, para marcar um exame e recebiam a notícia de que só poderiam fazer em maio. Isso é constrangedor. A equipe da Saúde está comprometida. Não vai faltar vontade e dedicação”, enfatiza.
Para o prefeito Divaldo Lara, a ação é um reflexo do comprometimento da nova gestão com a Saúde. “Em 25 dias, tenho a convicção absoluta de que já fizemos mais do que aqueles que governaram por anos a nossa cidade. Fizemos com atitude, e não com palavras. Serão 1,2 mil exames a mais. Isso que é respeito com o dinheiro público, pois o devolvemos ao cidadão com serviços”, afirma.
Em seu discurso no ato oficial, no qual simbolizou a compra dos exames, Divaldo falou também sobre o impasse vivido nos últimos dias com o Núcleo Bageense de Proteção aos Animais (NBPA). “Tivemos que abrir um processo de negociação para diminuir o que era repassado ao núcleo. Reduzi o valor e aumentei o investimento na Saúde. Vale apena enfrentar os problemas. Se erramos, perdoe-nos. O que nós queremos é acertar”, frisa.

Fonte Jornal Folha do Sul

 
 
 

Seja o primeiro a comentar

 
 



 
 


2 × três =

 
 

Clique em Curtir

 

Previsão do Tempo

 
 
 
Curta a Alternet no Facebook
Desenvolvido por | Time 7