Atualizado em 10 de setembro de 2014 às 13:30

Multa para o transporte de animais sem guia

Equinos precisam ter vacinação em dia para o desfile

Equinos precisam ter vacinação em dia para o desfile

Com a chegada dos festejos farroupilhas é natural o aumento no transporte de animais para desfile e rodeios. Com isso, a fiscalização dos órgãos responsáveis deve aumentar. Para o deslocamento é exigida a Guia de Transporte Animal (GTA), o exame de anemia infecciosa e a identificação. A multa pela falta de documentação foi suspensa até o final do ano.
Conforme o responsável pela Inspetoria Veterinária de Bagé, Getúlio Antônio de Campos, mesmo sem a cobrança da multa, na movimentação dos animais é obrigatório estar com a documentação em dia. Todo e qualquer animal precisa ter exame e GTA, além de estar devidamente cadastrado na inspetoria, “No caso de fiscalização, o animal pode ser apreendido até a pessoa comprovar a propriedade ou empréstimo”, disse.
O secretário municipal de Transporte e Circulação, Antônio Luíz Arla da Silva, informa que durante a Semana Farroupilha haverá um aumento no controle. “Cuidaremos para que os animais não fiquem soltos nos bairros”, garante.
De acordo com o responsável pelo Comando Rodoviário da Brigada Militar, Eduardo Saraiva Dornelles, a fiscalização será no sentido de minimizar os acidentes. “Não há mudanças, apenas intensificação do trabalho”, argumenta.
Sobre a documentação exigida, Dornelles garante que a maioria das pessoas que transportam animais para eventos,  estão acostumadas  com as exigências e não há este tipo de problema na região. “Há um aumento no fluxo de automóveis e animais e com isso haverá maior cuidado”, comenta.

Eventos da Semana Farroupilha
A Inspetoria Veterinária alerta as entidades tradicionalistas que todos os eventos como rodeio, tiro de laço ou qualquer atividade que envolva animais deve ter alvará de liberação e um médico veterinário como responsável técnico.
Para isso é necessário ir até a inspetoria com os dados do acontecimento e do responsável pela entidade e solicitar o documento. O prazo para a liberação do alvará é de, no máximo, três dias. “O processo não tem custo para a entidade, porém sem o alvará o evento fica sujeito a multa e cancelamento”, alerta Campos.

 

Fonte: Jornal Minuano

 
 
 

Seja o primeiro a comentar

 
 



 
 


× nove = 18

 
 

Clique em Curtir

 

Previsão do Tempo

 
 
 
Curta a Alternet no Facebook
Desenvolvido por | Time 7