Atualizado em 3 de maio de 2013 às 13:33

Aproveite a Itália sem gastar muito dinheiro

Fontana di Trevi (Roma)

Não há livro capaz de reproduzir todas as histórias guardadas neste pedaço do hemisfério norte que preserva até hoje, de acordo com a UNESCO, 70% do patrimônio cultural do mundo. A Itália é uma fonte inesgotável de acervos culturais com museus e monumentos espalhados por todo o território.

É comum, por exemplo, que os museus italianos tenham entrada franca em dias específicos ou datas comemorativas. Fique atento e verifique antes de viajar o cronograma dos museus para saber se a data de sua viagem coincide com os dias em que estes locais terão entrada grátis.

Outra boa maneira de economizar e admirar o tesouro artístico espalhado por Roma, é visitando algumas igrejas, como San Luigi del Francesi, Santa Maria Del Popolo ou a Basílica di Sant’Agostino. Nelas, é possível encontrar obras dos pintores Caravaggio, Raffaello e Pinturicchio, sem que seja necessário pagar.

Passeios gratuitos

Dos monumentos de arte à natureza rica e variada, a Itália é uma surpreendente concentração de esplendores, sejam estes naturais ou construídos pelo homem. Na programação, estão desde passeios às cidades tradicionais, como Roma, onde é possível admirar a belíssima Fontana di Trevi, até destinos menos conhecidos, como a região de Marche, que se destaca por abrigar o Parque Regional do Conero, parada obrigatória para quem quer descobrir as belezas naturais do sul de Ancona.

 

Basílica de São Marcos (Veneza)

É o principal – e mais importante – templo católico de Veneza, além de ser um dos melhores exemplos da arquitetura bizantina. Situada na Praça de São Marcos, ao lado do Palácio dos Doges, a Basílica é o ponto de encontro de fiéis e turistas que procuram admirar belezas da antiguidade.

Do lado de fora, o mármore se destaca. Já dentro, as paredes são cobertas por mosaicos e há uma bela cruz, que fica no centro da Basílica. Entre as atrações, as estátuas dos Cavalos de São Marcos.

Basílica de São Marcos, o principal templo católico de Veneza

Basílica de Santa Maria Novella (Florença)

Localizada na praça de Santa Maria Novella, a Basílica foi construída no século IX e, após algumas transformações, foi consagrada em 1420 pelo papa Eugênio IV. Desde então, muitos artistas contribuíram para a evolução deste espaço — entre eles, Filippo Brunelleschi, Masaccio, Botticelli, Bronzino, Filippino Lippi, Uccello, Vasari e Nino Pisano.

Basílica de Santa Maria Novella (Florença)

Parco Del Conero (Marche)

Ao sul de Ancona, capital regional e cidade mais importante de Marche, o parque é considerado um verdadeiro paraíso. Com vista espetacular, o local é rodeado por cavernas rochosas, falésias, pequenas praias com água de cor esmeralda e bosques. Trilhas, windsurfe, mergulho e golfe são algumas das atividades comumente praticadas na região.

Parco Del Conero (Marche)

 

 

 
 
 

Seja o primeiro a comentar

 
 



 
 


7 − = quatro

 
 

Clique em Curtir

 

Previsão do Tempo

 

+ vistos do dia

 
 
 
Curta a Alternet no Facebook
Desenvolvido por | Time 7